Falling Skies T.3

Esta temporada mostra-nos uma realidade diferente, em que a Humanidade consegue retaliar, fruto de uma aliança inesperada. Tom Mason foi efeito o Presidente dos novos EUA e criou uma relação de amizade com Cochise, o embaixador dos Volm.

Vamos ficar a conhecer a nova cidade de Charleston, que assenta numa regime democrático, sustentado por Marina Peralta e Arthur Manchester. A guerra continua no seu auge e rapidamente descobrimos que existe um espião, sendo essa a premissa para a primeira metade da temporada.

Existem algumas novidades interessantes, tais como a sobrevivência do Presidente Benjamin Hathaway, confirmando-se a existência de uma resistência militar organizada, paralela à Segunda Massa. Levantam-se igualmente suspeitas acerca das reais intenções dos Volm, sobretudo a partir do momento em que temos conhecimento que Mason está a ajudar Cochise a construir uma arma que mudará o rumo da guerra.

Paralelamente, descobrimos que Alexis tem ADN híbrido, o que lhe fornece poderes extraordinários. A temporada termina com mais um cliffhanger, numa batalha épica entre os nosso heróis e Karen, que irá ter repercussões profundas na equipa.

Pessoalmente, considero que esta foi a melhor temporada até ao momento, conseguindo encontrar um equilíbrio entre narrativa e acção. Sabemos que uma série tem qualidade, quando nos preocupamos com o destino das personagens.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Faço parte da fantástica "colheita" de 1978. Sou adepto do SLB, LA Lakers, GB Packers e Colorado Avalanche. Fã da Marvel, DC e modesto coleccionador de action figures. Entusiasta de retro gaming, cinema e gamer no (pouco) tempo livre. 38.86667,-9.077065

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.


Qual é o resultado final de 5 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
O SPAM não será tolerado neste espaço, pelo que solicito o preenchimento do formulário acima indicado. Muito obrigado.