Sem Créditos Ep.2

Ano: 1980 | Publicado por: Namco | Género: Labirinto

Escolher o jogo universalmente mais popular daria um debate interessante mas estou convicto que PacMan faria parte das escolhas de uma boa percentagem dos eleitos, sobretudo na faixa etária compreendida entre os 30-50 anos.

No meu caso, confesso que é efetivamente o primeiro grande vício que tive nos salões de jogos. A simplicidade deste título, aliado à necessidade de implementar uma estratégia converteu-o num dos maiores sucessos comerciais, dando lugar a inúmeros ports para outros sistemas, ao longo de quatro décadas.

Vulgarmente conhecido como Puckman no Japão, o jogador controla uma bola amarela, que tenta escapar a fantasmas coloridos, num labirinto. O objetivo é ingerir todos os pontos brancos (que são alegadamente biscoitos), assim como os vários items especiais que vão sendo disponibilizados  ao longo dos 255 níveis.

A dificuldade e a inteligência artificial dos inimigos é progressiva, tornando este jogo num verdadeiro vício. No que diz respeito à jogabilidade, a criação de Toru Iwatani é responsável pela introdução dos power-up nos videojogos, algo que se tornou recorrente e acompanha a indústria até aos dias de hoje.

Outra curiosidade interessante é o facto dos fantasmas terem sido programados individualmente, seguindo padrões e abordagens distintas, precisamente para aumentar o nível de dificuldade.

Se quiserem tentar fazer um jogo perfeito, fica o alerta que a pontuação máxima é de 3333360 pontos.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Mini-Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.