Legends of Tomorrow T.3

As ações da equipa no final da segunda temporada criam anacronismos por toda a linha temporada, levando à criação do Time Bureau, uma equipa liderada por Rip Hunter. As Lendas são consideradas um perigo para a estabilidade temporada e caiem em desgraça, algo que como devem calcular, não vai durar muito tempo.

Confesso alguma desilusão por determinadas decisões tomadas, que afectaram a dinâmica da equipa mas ao longo da temporada a sinergia vai melhorando, sobretudo após o regresso de Damien Darhk (oops, spoiler).

Personagens como Helena de Tróia, Caesar, Jonah Hex, Constantine e Grodd são uma mais valia para a narrativa e representam, na minha opinião, alguns dos episódios mais bem conseguidos. O vilão principal desta temporada é Mallus, um demónio intemporal, que utiliza o corpo de Nora Darhk como receptáculo para a sua forma física.

Como é apanágio, existem alianças inesperadas e mudanças constantes no comportamento de várias personagens, que continuam a tomar decisões com base em premissas erradas e que vão afectar a linha temporal.

No geral, esta temporada de Legends of Tomorrow permite algumas gargalhadas, apesar de tentar desviar do tom leve que a caracteriza. Como pontos positivos, destaco a adição de Ava e o desenvolvimento de personagens que ocorre nestes 18 episódios, embora fique preocupado face ao caminho traçado no final desta temporada.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.