Lost in Space T.1

Parece que ultimamente a Netflix tem o toque de Midas, pelo que encarei com entusiasmo o reboot de Lost in Space, uma mítica série dos anos 60, que resultou igualmente num filme pouco memorável em 1998.

Ao longo desta primeira temporada, vamos acompanhar as aventuras da família Robinson, que se vê forçada a aterrar num planeta desconhecido, após um ataque à nave mãe (Resolute). A maior parte da narrativa decorre precisamente no planeta, com flashbacks constantes para nos enquadrar e apresentar as motivações dos vários intervenientes.

Perante uma situação crítica, Will vai encontrar um estranho robot que o ajuda a resgatar uma das suas irmãs, formando-se uma ligação que será fundamental para o desfecho da temporada. Paralelamente, vamos conhecendo as restantes personagens integrantes, dos quais destaco Dr Smith e Don West, para além da família Robinson.

Estamos perante uma série de ficção científica, que aborda temas como a luta pela sobrevivência, o medo do desconhecido e até mesmo o altruísmo pelo bem maior. Diria que esta premissa é refrescante, dado que é mais orientada para a narrativa, eliminando quase na totalidade a violência típica deste género.

A vilã é simplesmente fantástica e promete irritar-vos profundamente com os seus métodos de persuasão. Não é uma série perfeita mas consegue captar a atenção durante os dez episódios que compõem esta primeira temporada.

Fico extremamente curioso com o cliff-hanger do derradeiro episódio, mas terei de aguardar pacientemente pela segunda temporada, em data ainda a confirmar.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.