Setup 2016

Quem passa muito tempo à secretária, criando conteúdos, jogando ou simplesmente navegando pela internet, sabe que a evolução e personalização do espaço de trabalho é fundamental. O ano passado mostrei-vos as mudanças entre 2009 e 2015, pelo que está na altura de realizar o update anual.

Para concluir, gostaria igualmente de ver os vossos setups e caso pretendam mais pormenores acerca do meu espaço, utilizem a caixa de comentários.

Este slideshow necessita de JavaScript.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Total de comentários: 3

  1. Ricardo Leitão diz:
    A utilizar Google Chrome 47 Google Chrome 47 em Windows 7 Windows 7

    Em relação ao meu actual setup, podemos dizer que é um eterno “work in progress”. Tendo eu pertencido á geração inicial de modders e overclockers portugueses, aqueles saudosos Geeks que passavam horas infindáveis em forums classicos como o da Unreal, forum esse que ainda agora existe embora conhecido pelas novas gerações como Zwame, nunca posso dizer que o meu setup informatico está completo ou finalizado.
    Atualmente encontra-se num estado “estavel”, muito devido á combinação de falta de tempo (quem têm mulher e filhos sabe bem o que isso é) e falta de liquidez financeira para desvaneios que me seriam tão normais á alguns anos atrás (um dia destes conto-vos de quando num espaço de 5 dias comprei 3 AMD Athon XP 1600+, não tendo sequer instalado os dois primeiros….a busca do CPU Steeping perfeito era implacavel).
    Com a idade, posso dizer que fui amadurecendo, deixei de fazer compras por impulso, comecei a preocupar-me mais com a minha sanidade mental e auditiva enquanto jogo (digamos que a combinação Thermalright AX7 + Delta EHE 80mm@12v é responsavel por alguma da minha redução de capacidade auditiva). Mas vamos ao que interessa.
    O atual setup é uma união de componentes classicos, componentes obsoletos e componentes recentes que tudo junto dá um computador que jamais seria chamado de “gaming rig” pelas novas gerações de gamers, mas que espantosamente corrre todos os jogos que lá instalo sem se queixar e com framerates decentes/boas @ 1920×1080.
    Ora vamos lá ao descritivo com algumas notas.

    CPU: Intel Core i3 540@3,67Ghz
    Um CPU comprado em 2010 com o intuito de ser temporário. O objectivo era servir de ponte entre o sistema que tinha á data, um velho AMD Opteron 175 e o Core i5 2500k/Core i7 2600K que tinha sido anunciado pela Intel como a 2a geração da gama Core i. Como podem ver devido ás vissicitudes da vida, o temporario passou a definitivo e algo abandonado durante alguns anos. Só recentemente decidi ver de que fibra ele era feito….e posso dizer que me espantou. 4,2 Ghz estavel é um OC bastante bom para um CPU low cost, no entanto a combinação de cooling de treta e Vcore excessivo para o meu gosto fizeram-me optar por o manter a 3,67Ghz 24/7. Um OC de 600Mhz sem mexer em voltagens e com temps muito boas.

    CPU Cooler: CoolerMaster TX3 Evo
    Novamente uma escolha em material low cost. Como referi anteriormente, o Core i3 esteve ao abandono durante alguns anos, o que causou com que um pino de fixação do cooler Stock (aquelas maravilhas da Intel :P) se degrada-se ao ponto de não fixar corretamente á board. Resultado….temps em idle a rondar os 60º e CPU a fazer downclock em full. Bem, face a isto decidi optar por este cooler. Não é de maneira alguma um cooler de performance extrema, é mais o que se pode chamar de um stock replacement melhorado

    MotherBoard: Asrock H55M-LE
    Tal como o CPU, uma escolha temporaria que se tornou definitiva. Uma board low cost, com um chipset low cost e qualidade low cost….ou assim pensava eu. Tenho de admitir que me espantou, o que não é facil. Uma board que supostamente não deveria ter qualidade, durabilidade e muito menos capacidade de OC aguentou anos a fim com uma fonte defeituosa (conto mais tarde), coisa que causou a morte prematura muitas boards que tive no passado (sim, estou a falar contigo sra Epox 8RDA+), bem como revelou uma capacidade de OC ao nivel de boards de topo.

    RAM: 2x4Gb Crucial DDR3-1600
    Uma compra recente. Devido á limitação da board (só 2 dimms slots), na altura foi comprado um Kit Dual channel Corsair XMP3 de 4Gb (2x2Gb), já que o objectivo seria a aquisição de um 2º kit igual na altura do upgrade de board, ficando assim com um total de 8Gb de ram. O tempo foi passando e recentemente quando decidi dar um refresh ao sistema, verifiquei que os 4Gb de Ram já se tornavam curtos para alguns jogos mais recente. Como tal decidi investir num Kit DDR3 1600 de 8Gb. Apos alguma pesquisa por lojas encontrei um nome que me trouxe á memoria (pun intended :P) boas recordações. Crucial. Conhecidas como a marca must have no que dizia respeito a RAM nos meus tempos aureos. Ok, toca a ver algumas reviews…..e não é tarde nem é cedo. Cá estão elas montadas e alegres

    Armazenamento: Kingston SSD 300V 120Gb+WD Black 64 1Tb
    Tambem uma aquisição recente…..e urgente. Depois de largos anos de serviço intenso, os meus velhos Seagate 7200,12 500Gb começaram a avisar que o fim estava proximo. Tendo eu já passado anteriormente por esse filme, optei por não esperar e tratar da substituição o quanto antes. A escolha recaiu num Kingston SSD 300V 120Gb para boot disk e um WD Black 64 1Tb para armazenamento e afins…e tenho de admitir que me espantei. Apesar do SSD estar limitado a uns miseraveis +/-280Mb/s de leitura, o limite da SATA 2 disponibilizado pela board, as diferença são visiveis…e isto dito por quem teve discos em RAID0 durante muito tempo. O WD tambem me espantou pela positiva. Para um disco mecanico as velocidade de leitura/escrita e de acesso são muito superiores ás dos meus velhos Seagate. Arrisco até a dizer que excedem o que os mesmo discos faziam em RAID0. Não podemos deixar de referir o bom velho Plextor PX820SA, um gravador de DVD de velha guarda que não conhecia a expressão “proteção anti-copia”

    Fonte: Corsair CX430
    Foi tambem uma aquisição recente. Depois de verificar que a minha velha Gamextream 600W estava a morrer (anos a aguentar com OC abusados, sistemas de WC, graficas em SLI tiveram consequencias) a escolha para a substituta foi uma Corsair CX430W. Uma fonte que não precisa de apresentações, com uma qualidade e durabilidade mais que comprovadas (diversas reviews comprovaram que a potencia nominal dela ronda os 550W e não os 430W anunciados)

    Grafica: MSI Geforce GTX960
    Mais uma compra recente. Veio substituir uma antiga (quase pre-historica para ser honesto) topo de gama da nVidia. A temivel 9800GX2. Na pratica eram duas 8800GTX 768Mb juntas numa grafica só. Grande, rapida, quente, barulhenta….uma grafica de velha guarda….para jogos de velha guarda.
    A evolução constante de industria dos jogos é impeidosa e uma velha rainha viu-se a ser ultrapassada por graficas de entrada de gama atuais. A necessidade obrigou-me a substitui-la por algo mais recente, e a escolha recaiu sobre a nVidia Gforce 960, uma grafica de gama media de ultima geração. E foi uma escolha acertada. Um consumo electrico baixo aliado a um desempenho bom na resolução que jogo (Full HD) e a um preço agradavel fazem dela uma digna sucessora da 9800GX2. E se eventualmente a necessidade surgir…..posso sempre adquirir outra e SLI com ela. 😛

    Caixa: Lian Li PC7 Plus
    A minha menina. Uma caixa com quase 10 anos que ainda me faz sorrir quando olho para ela. Sinceramente acho que é mesmo o unico componente que é definitivo no meu setup. Discreta, classica, em aluminio, boa ventilação….e o mais importante…..PRETA! Já vos referi que os meus computadores podem ser de qualquer cor….desde que seja preto? LOL!
    O que posso dizer desta caixa? Bem, para mim é perfeita! É sem sombra de duvidas a caixa que tenho á mais tempo e a que mais setups viu dentro dela. Não tem qualquer modificação, a excepção do corte no topo para o radiador de 240mm do meu velho sistema de WC e das fans com leds azuis da Corsair…e tambem não precisa de mais nada.

    Perifericos:
    Aqui sim verifica-se um setup novo. Devido a questões logisticas vi-me obrigado a ter de adquirir monitor, teclado, rato e phones, tendo apostado num HP L2151ws de 22″ (1920×1080) para o campo da imagem e num kit da 1Life para os restantes componentes. Esta marca foi para mim uma surpresa agradavel. Não esperava muito de um kit teclado+rato+phones por 29,90€. Posso até afirmar que foi uma compra da dessenrascar, mas até estou satisfeito. O Teclado é um GKB:KEEN, um basico teclado USB preto com teclas retroiluminadas a azul. O rato é um GM:Stormy, um clone do classico Razer Diamondback (que por sinal veio substituir no meu caso) e que aparte da qualidade de construção inferior (pelo preço queriam o que? Marisco?) não noto grande diferença para a resposta que estava habituado do Razer.
    Bem, acho que vou finalizar por aqui a minha wall of text. Quando tiver tempo meto umas fotos . 😛

    • A utilizar Safari 9 Safari 9 em Mac OS X 10.11 Mac OS X 10.11

      Parabéns pelo comentário mais longo da história do blog ehehe. Mas ainda bem que partilhaste em detalhe os componentes da tua máquina. Quando quiseres podes enviar as fotos, pena que o projecto iSpot tenha terminado, caso contrário ainda dava um belo post.

Responder a hugocardoso

Clique aqui para cancelar a resposta.