Comic Con 2014

Quando tive conhecimento que íamos ter uma Comic-Con em Portugal, o meu alarme geek disparou de forma violenta! Desde o início que tentei manter uma expectativa baixa, até porque a verdadeira Con é em San Diego. Quando foram disponibilizados os preços e informação do evento, fiquei algo reticente, sobretudo pela ausência de grandes nomes no evento, o que me parece natural para a primeira edição.

Por motivos profissionais, optei por ir apenas a um dia (Domingo, dia 7) e posso neste momento confirmar que fiquei satisfeito com o que vi. Houve diversidade, com destaque para os painéis (Morena Baccarin, Seth Gilliam, Capitão Falcão, Da Vinci Demon´s, Clive Standen, Paul BlackThorne e o main event Joe Reitman), exposições, showrooms de jogos, cosplay e as inevitáveis sessões de autógrafos.

Pessoalmente, gostei bastante da colecção de adereços de cinema , com destaque para LOTR, Back To The Future, Iron Man, Alien e Terminator. Os stands de venda foram os equivalente a várias exposições que ocorrem por exemplo na FIL Lisboa, mas com a vantagem de ter conhecido em carne e osso alguns dos responsáveis, o que foi muito interessante. Parte desta viagem era também no sentido de estabelecer contatos para quem sabe futuras parcerias, até porque 2014 marcou o início dessa lógica de mercado para o Portal Pessoal.

Tive igualmente oportunidade de assistir ao painel de Clive Standen, o Rollo de Vikings, série que não acompanho mas face à empatia e simpatia do actor vou certamente dar-lhe uma oportunidade. Aliás, no Domingo era francamente simples assistir a este tipo de painéis, sem necessidade de aguardar horas nas filas, algo que não ocorreu no Sábado, pelo feedback que recolhi. O mesmo não se aplica ás sessões de autografos, que eram uma verdadeira confusão.

No que concerne a pontos negativos, tenho de destacar a organização dos espaços para alimentação, dado que faltava comida e bebida, embora os preços não fossem muito inflaccionados. Alguns dos stands tinham preços verdadeiramente pornográficos no que diz respeito a jogos de tabuleiro, action figures e mesmo jogos, o que me faz extrema confusão numa era em que posso comprar online em todo o mundo, sem pagar portes em muitos casos.

Em termos de custos, a viagem realizada foi a quatro, tendo ficado em 58 euros, sem incluir bilhete (19.50), o que não é barato mas se enquadra dentro do orçamento. Geograficamente faz sentido o evento ser no Porto, para chamar os visitantes de Espanha e com as promoções da CP e mesmo da TAP a deslocação não era motivo para falhar o evento.

Por último, o que dizer para os visitantes deste espaço que estão reticentes a comparecer para o ano? Se gostam de cosplay, séries TV, 3D printing, cultura geek, novas tecnologias e anime no geral, esta exposição é para vós. A edição deste ano teve mais de 20.000 visitantes e posso garantir que lá estarei para o ano. Posso contar convosco?

Este slideshow necessita de JavaScript.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.