iCade

O que começou por ser uma piada de 1 de Abril tornou-se rapidamente num produto desejável, tendo a Ion sido a empresa responsável pela comercialização. Há cerca de dois anos que andava de olho num exemplar, tendo sido gorada uma boa oportunidade aquando da visita de familiares a NY. Mas no passado mês de Março, com a ajuda dos fundos recebidos aquando do meu aniversário consegui finalmente adquirir o iCade.

Para alguém como eu, que cresceu a gastar moedas nos salões de jogos é um verdadeiro privilégio poder ter uma mini-arcade em casa. Durante algum tempo considerei a aquisição de uma máquina ou mesmo a construção mas o valor sempre me deixou relutante. Com esta solução, posso instalar o emulador de MAME e passar algumas horas a jogar títulos como Street Fighter, Galaga, WindJammers, Out Run ou mesmo Centipede.

O iCade não é mais do que um comando bluetooth, que é emparelhado com um iPad, permitindo uma experiência retro fantástica e com lag praticamente nulo. Para além de emuladores, a AppStore disponibiliza igualmente alguns títulos que permitem a utilização do iCade, o que melhora francamente a jogabilidade.

Devo confessar que estou extremamente satisfeito com o resultado final e gostaria de ouvir a vossa opinião acerca do tema. São fãs deste tipo de conceito? Preferiam construir uma arcade cabinet de raiz? Ou consideram que as consolas tornaram obsoleto este tipo de projectos?

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Mini-Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Total de comentários: 3

  1. Desafio aceite caro Remus! 🙂

  2. Remus diz:

    Com o dinheiro que gastaste a comprar essa coisa do “iCade”, eu preferia comprar uma lente angular…
    Quando tiveres novamente dinheiro a mais, fala primeiro comigo que eu ajudo-te a dar um bom fim para ele.
    🙂

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.