Desde o final dos anos 80 que sigo a NBA com especial encanto. A era do Showtime converteu-me num fã dos LA Lakers e permitiu-me assistir à conquista de vários títulos de campeão. Os últimos cinco anos no entanto marcaram uma verdadeira travessia no deserto mas lentamente a equipa tem acumulado talento, fruto de boas escolhas no draft e muitas derrotas acumuladas.

Atualmente somos treinados por um ex-jogador, Luke Walton, que é na minha opinião um dos talentos emergentes da Liga e olhando para  o plantel, temos efetivamente um futuro brilhante. Após termos cedido D´Angelo Russell para libertar o contrato monstruoso de Mozgov, criámos algum cap space para este mercado de Free Agents, em que estarão presentes nomes sonantes como PG13, Chris Paul, Boogie Cousins, Lebron James ou Kevin Durant.

A entrada de Magic Johnson e Rob Pelinka para o front office mudou radicalmente a perspectiva da equipa, que conseguiu trazer jogadores de qualidade para contratos de um ano, que ajudaram a tornar LA num destino bem mais apelativo. É um facto que não vamos manter KCP, Isaiah Thomas e Brook Lopez mas a troca com os Cavs antes do All Star Game permitiram a cedência de Clarkson, com o “sacrifício” de Larry Nance Jr no negócio em questão.

Todas estas movimentações garantem que estarão disponíveis valores suficientes para trazer um ou dois jogadores pelo valor máximo. Mas será essa a melhor solução?

O atual plantel garante qualidade e longevidade, dado que são jogadores abaixo dos 24 anos. O núcleo composto por Lonzo Ball, Josh Hart, Brandon Ingram e Kyle Kuzma permitem encarar com optimismo o futuro, sendo igualmente fundamental trazer Randle de volta, com um contrato justo e que valorize o atleta. Cumprida essa lógica, falta atacar o mercado, na minha opinião com foco no médio prazo.

Paul George é o jogador que precisamos, dado que é um All Star que manifestou interesse em representar os Lakers. Com esta adição, estaríamos um passo mais próximo dos playoff e teríamos um mentor para estes jovens jogadores. Na posição de Poste, temos atualmente duas esperanças, Thomas Bryant e Ivica Zubac, mas poderíamos perfeitamente tentar Boogie Cousins, pelo preço certo. Digo isto porque vem de uma lesão no tendão de Aquiles e irá pedir um contrato máximo, algo que seria imprudente da nossa parte.

Em relação ás restantes vedetas a minha opinião é a seguinte: CP3 ficará em Houston e terá a companhia de Lebron, que vai tentar finalmente derrotar os Warriors, que irão obviamente manter Kevin Durant. Acredito que a manutenção de Randle e adição de PG13 vai colocar a equipa nos playoff, sendo igualmente necessário reforçar o plantel com lançadores exteriores.

O contrato de Luol Deng vai continuar a fazer mossa, mas diria que é ponto assente nesta fase que nenhuma equipa o vai absorver sem o sacrifício de mais um jovem de qualidade. A minha previsão para 2019 será que os Lakers conquistam 51 vitórias e estarão presentes nos playoff.

The following two tabs change content below.

hugocardoso

Criador / Fundador do Portal Pessoal
Membro da fantástica colheita de ©1978. Utilizador de . Adepto do SLB, LA Lakers e Colorado Avalanche. Entusiasta de Retro Gaming, Cinema e BD. Colecionador de Estátuas & Figuras. Fã #1 de Muttley, o 🐶

Últimos artigos de hugocardoso (Ver todos)

Participa no debate. A tua opinião é fundamental.